Páginas

31 de janeiro de 2014

Na ponta dos pés

Saudade de ser bailarina!

“Estou na ponta dos pés
Desafiando toda gravidade
Decidindo viver
Fazendo as pazes com Tua verdade”
Declaro paz – Marcela Taís

Pra começar toda essa história de publicar o que eu escrevo em secreto, quero dizer algo MUITO importante. Eu sou sonhadora. Das alturas. Eu decidi viver assim. Quando criança, eu era bailarina. Cada vez que dançava na ponta dos pés, era como se eu tocasse o céu. Ah, que delícia! Naquele momento, eu era a mais leve de TODAS as criaturas. O que eu queria mesmo era sentir a maravilha de ser bailarina a cada segundo!

Há um bom tempo não danço como dançava. Minhas sapatilhas estão empoeiradas (não para sempre). Mas continuo a desafiar a gravidade vivendo na ponta dos pés. E todo novo dia me recuso a não tocar o céu.

Muitas vezes, estamos nos contentando com as migalhas que caem da mesa. Nos contamos com uma vida medíocre, e, quando se vê, já passaram horas, dias, meses, anos, a vida toda. Vivemos pequeno porque esquecemos o nosso verdadeiro tamanho. E esquecemos esse verdadeiro tamanho porque esquecemos Daquele que nos outorgou toda grandeza que podemos alcançar.

Vivi durante muitos anos da minha vida pensando estar vivendo intensamente. Eu achava que, estando longe do amor do Pai Eterno, eu era livre. Mas eu mal sabia que aquela era a pior das mentiras que eu poderia viver – e eu a estava vivendo. Foi quando em janeiro de 2011, em meio a brisa do mar, esse carinhoso Pai de amor me mostrou que havia muito mais pra viver. Até aquele momento eu existia. Depois disso, só o que me lembro é de viver os melhores anos de toda a minha vida.

O amor de Deus é o maior amor do mundo – disponível pra mim e pra você. Quando o aceitamos, começamos a viver o inimaginável. Não tenho medo de entregar-se a esse amor, não obstante qualquer renúncia necessária. Toda renúncia pode doer inicialmente, mas, quando se trata de Deus, há uma maravilhosa recompensa que supera qualquer dor antes já vivida – e olha que Ele está disponível para nós todos os dias, a cada manhã!

Entregue-se a grandeza que Deus tem pra você. Pare de resistir a esse amor. Há muito mais pra você viver. Jesus deu a vida por você pra você viver infinitamente mais. Estique-se, toque o céu. Descubra a delícia de ser muito mais do que você pensa que pode ser.

Já que vou começar a falar, nada melhor do que começar com esse texto. Percebendo o quão longe e quão perto está o céu e saber que podemos tocá-lo! Tão grande (e tão lindo) paradoxo. Desejo do fundo do meu coração que você se apaixone por esse paradoxo como eu.