Páginas

7 de abril de 2014

Borboletas no estômago


Ainda está escuro, eu estou acordando. Vou na janela da sala, esperar o sol nascer. Fico segurando nela, com as mãos apoiadas no rosto, como quando era criança, e meu coração se enche de alegria quando o céu vai espantando a escuridão da noite e começa a aquarelar. O horizonte colorido faz uma canção começar a tocar em minha mente, como uma imensa orquestra. Uma melodia enche a sala e rouba todos os meus fardos me levando a levantar os olhos e desejar cantar com os anjos sobre o amor que me faz respirar outra vez. Eu sou tão imperfeita... Como um Deus tão perfeito pode me amar tanto assim? TODO meu coração foi feito sob medida pra amá-lo e eu não poderia amá-lo menos que qualquer amor dessa vida.

Algo especial começa a acontecer quando nosso coração bate as mesmas batidas do coração de Deus. As coisas simples começam a abrigar mais paixão do que antes, e eu já não preciso de nenhum motivo especial para sorrir. Ele começa a ser o primeiro para quem eu conto os meus segredos e o nosso momento juntos passa a ser desejado o dia inteiro. Começo a amar o que Ele ama e fazer a Sua vontade passa a ser o que me faz respirar. Ouço a sua voz como uma brisa ou como um trovão – e ela me guia. Quando estamos juntos, Ele me conta seus segredos… E essa é a minha parte preferida! Ahhhh, quanto mais eu O conheço, mais eu O amo! Sabe aquelas borboletas no estômago? Acho que as minhas estão dançando uma música infinita e eu quero me sentir assim a vida toda…

Desejo do fundo do meu coração que você possa amá-Lo com toda a intensidade do seu ser. Esse é o seu maior chamado, o NOSSO maior chamado. Jesus disse em Marcos 12:30 "Amarás, pois, ao Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu entendimento, e de todas as tuas forças; este é o primeiro mandamento." Ter o Criador do Universo morando em mim mesmo sabendo o quanto sou pequena me faz desejar "cantar até que minha voz não me permita mais…” Não há ninguém tão surpreendentemente apaixonante como Ele… Todo dia, Sua declaração de amor é cheia de romantismo. Não há ninguém como Ele… Não, não há.